quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Que felicidade!

Hoje antes de digitar mais um capítulo do meu livro, gostaria de dividir com vocês, toda a felicidade que estou sentindo!
O fato de residir em um sítio me proporcinando estar em meio a natureza já é para mim o maior previlégio, que eu posso ter.Meu jardim-parque , do qual eu cuido com muito amor está agora mais lindo do que nunca em plena primavera!
Os passarinhos entoam seus cânticos repletos de alegria e melodioso agradecimento ao "criador", tenho absoluta certeza.Como os tratamos com raçao para pássaros eles comparecem em bandos cada vez maiores e fazem seus ninhos nas árvores bem próximas a minha cozinha. tem um deles que é chamado de "sete-côres" pela diversidade de colorido de sua plumagem, quando meu esposo se retarda em levar-lhes o alimento ele bate com o bico na vidraça da janela, como a pedi-lo. Eles ja se harmonizaram tanto conosco e até com meus 6 cachorros e tres gatos que nem se incomodam com suas presenças.Os tres quero-queros que moram em nosso jardim desde que aqui chegamos e ja fazem 10 anos, entendem tudo que se fala á eles!
Eles são muito autoritários e impertinentes , não gostando que outras aves cheguem por aqui, tocando-as.....inclusive as garças brancas que são muito maiores do que eles. Mas quando eu grito com eles para que deixem as garças ficarem , eles me ouvem e obedecem! É muito lindo tudo isso! Pois hoje pela manhã pude novamente constatar o que nossa certeza no "EU SOU" pode realizar!
Nossa casa tem na frente dois janelões muito grandes só com vidros, que refletem o verde como espelho, bem isto infelizmente engana os pássaros que seguidamente batem neles achando ser um prolongamento do jardim. Pois bem, hoje pela manhã uma pomba do mato bateu com tanta força que caiu ferida no chão e não voou mais, ficando imóvel.
Peguei-a então com muito carinho e permaneci com ela em minhas mãos tentando dar-lhe segurança enqunto se refazia.No entanto a batida fora muito violenta e ela começou a sangrar pelos ouvidos, e seus batimentos cardíacos reduziram e ela fechou os olhos
amolecendo a cabeça. Vendo que ela estava prestes a nos deixar, ergui a mão direita
pedindo que a energia de cura que nos envolve atualmente com maior intensidade, envolvesse aquele animalzinho tão belo e tão frágil trazendo-lhe a cura,neste mesmo momento meu marido que estava ao meu lado comentou......"pena ela vai morrer.....",
mas surpreendentemente neste exato momento ela se mexeu e ficou em pé em minhas mãos abrindo os olhos, mas ali permaneceu.....conversei então com ela para que ficasse ali o quanto fôsse necessário para que se refizesse....e depois poderia voar pois eu não a estava prendendo.Ela ficou me fitando e quieta por mais ou menos uns 5 minutos,
e subitamente alçou voo e partiu, em busca de seu companheiro que ja entoava de uma árvore ´próxima um piado de chamamento!Que maravilha! Que alegria senti com tudo isso! Vejam só o poder de nossa fé em nossa "divina presença"!O amor, a paz, a cura e a abundância estão realmente no AR! Vamos fazer uso de tudo isso e vivenciar o nosso "EU SOU" com todo nosso EU SEI QUE SOU O QUE EU SOU!" E era isso que eu queria dividir com vocês!Amo vocês, amo a natureza com tudo que nela existe, amo a vida!
MARGA.

Um comentário:

lua disse...

fico grato por suas palavras ... trazendo a luz a todos nos seres de luz .. desejo te paz, fique com Deus estamos com ele .. sou do RS - Santa maria